(19) 330VER TELEFONE

(19) 996VER WHATSAPP

R. Cristiano Cleopath, 523 • Centro | Piracicaba/SP

Notícias

22 de junho de 2022 | Por Web Visualy

Tipos de aparelho e potência

Tipos de aparelho e potência

Do ponto de vista da NBR 13103, os aparelhos a gás são classificados em tipos de acordo com suas características:

Circuito aberto ou fechado

A diferença entre os dois tipos de circuito da combustão basicamente significa se o aparelho toma o ar comburente do ambiente de instalação ou se toma de fora do ambiente. Aparelhos de circuito aberto são aqueles que utilizam o ar ao seu redor para alimentar a chama. A grande maioria dos aparelhos a gás existentes são de circuito aberto, e é por isso que quando se fala em características do ambiente (ver abaixo) é dada uma grande ênfase aos elementos relacionados a quantidade – e renovação – de ar disponível no local onde o aparelho é instalado.

Aparelhos de circuito fechado, que também são chamados de “câmara estanque” ou “fluxo balanceado” não consomem oxigênio do local onde estão instalados. Esses aparelhos utilizam um duto de admissão direcionado para fora do ambiente para o fornecimento de ar comburente. Esta característica é o que faz com que estes aparelhos sejam considerados em um patamar mais elevado de segurança em relação aos de circuito aberto, portanto tendo menos exigências no ambiente de instalação, comparativamente.

A versão 2020 da NBR 13103 classifica os aparelhos de circuito aberto como Tipo A (aparelhos sem duto de exaustão) ou Tipo B (com duto de exaustão), enquanto os de circuito fechado são classificados como Tipo C.

Exaustão natural ou forçada

Se um aparelho conta com algum tipo de dispositivo (ventilador ou ventoinha) para auxiliar a saída dos produtos da combustão, diz-se que é um aparelho de exaustão forçada (ou alternativamente chamado de “tiro forçado”). Se não há nenhum tipo de dispositivo, o aparelho é considerado do tipo exaustão (ou tiro) natural.

A exaustão ser forçada ou natural é independente de o aparelho ser de circuito aberto ou fechado. Por exemplo, é possível, embora raro, um aparelho ser de circuito fechado com exaustão natural.

Com ou sem duto

Alguns tipos de aparelho são projetados para ser instalados com um duto de exaustão, de forma que os produtos da combustão gerados durante o seu uso sejam conduzidos para fora do ambiente, evitando que se acumulem. Terminal de exaustão é um elemento de proteção instalado fora do ambiente (na fachada ou na cobertura, geralmente) para minimizar os efeitos do vento e dificultar o ingresso de chuva ou outros elementos. Ao conjunto de duto, terminal de exaustão e eventuais acessórios se dá o nome de “chaminé”.

Aparelhos que não utilizam duto tem um nível de substâncias perigosas nos produtos da combustão seguro para ser dispersado no ambiente contanto que as condições de instalação e as características deste ambiente sejam adequadas de acordo com a norma.

Já um aparelho que demande a instalação de um duto de exaustão não deve nunca ser colocado em funcionamento sem este duto, com ele mal instalado ou em mau-estado de conservação. A saúde e vida das pessoas e animais de estimação pode estar em grave risco.

Aparelhos de circuito fechado sempre utilizam dutos de exaustão. O fato de ser de exaustão natural ou forçada é independente de demandar o uso de duto de exaustão ou não.

Potência

O tipo de circuito, de exaustão e o uso ou não de duto definem a tipologia de aparelho no âmbito da norma de instalação, que por sua vez irá demandar algumas condições mínimas do ambiente onde ele será instalado. Além destas características, o nível de potência máxima do aparelho também é considerado e pode determinar as dimensões exigidas do ambiente e dos elementos (por exemplo, aberturas de ventilação permanente).

Fonte: https://conteudos.rinnai.com.br/

Notícias relacionadas