(19) 330VER TELEFONE

(19) 996VER WHATSAPP

R. Cristiano Cleopath, 523 • Centro | Piracicaba/SP

Notícias

11 de agosto de 2021 | Por Web Visualy

Instalação de aquecedor a gás

Instalação de aquecedor a gás

Onde instalar o aquecedor a gás?

Todo aparelho a gás deve ser instalado em conformidade com uma outra norma técnica, desta vez a NBR 13103. Esta norma detalha as características do ambiente necessárias para a instalação segura do aparelho. Mas na prática, o que podemos dizer?

A primeira etapa da instalação começa com uma análise realizada por um profissional, que definirá o local para o aquecedor. Este profissional poderá selecionar o local adequado, e indicar quais adaptações deverão ser feitas, para que sejam atendidos os requisitos da NBR 13103 de acordo com o tipo de aparelho que foi selecionado e sua potência:

  • Volume mínimo do ambiente (área x pé direito);
  • Abertura(s) de ventilação permanente para renovação de ar;
  • Configurações para o sistema de exaustão (a chamada chaminé);
  • Tipo de uso do ambiente (se o ambiente é considerado de instalação sanitária, ou seja, banheiro), o que limita apenas a alguns aparelhos específicos (fluxo balanceado).

Além destes requisitos, o local também deve estar conectado à rede hidráulica de água fria e quente (em conformidade com NBR 5626) adequadamente dimensionada. A água fria serve para a alimentação do aquecedor, e deve ter vazão e pressão compatíveis com a demanda desejada. A tubulação de água quente deve ser composta de materiais apropriados, ser termicamente isolada ao longo de seu trajeto, e o ponto de consumo deve contar com um misturador.

Um outro ponto importante a se considerar na hidráulica é a questão da água fria parada na tubulação entre o aquecedor e o ponto de consumo. Esta água fria precisa sair antes que a água quente possa chegar ao ponto de consumo, o que pode acarretar desperdício de água e gás. Uma solução para isso é a configuração do circuito hidráulico de forma a poder promover a recirculação de água quente. Com a recirculação, a água dentro da tubulação se manterá aquecida, provendo água quente assim que os pontos de consumo forem abertos. Isso pode ser controlado de forma automatizada para funcionar somente em períodos onde haja uso da água quente, e assim proporcionando um alto grau de economia e conforto no uso.

O aquecedor também necessita de acesso à rede de gás, e, portanto, o local deve ter um ponto de utilização (de acordo com a NBR 15526). É muito importante que esta rede de gás seja capaz de atender as especificações do aquecedor, para que ele possa funcionar a plena capacidade. Particularmente quando se fala em redes de gás liquefeito de petróleo (GLP) é preciso se atentar também ao dimensionamento da central de gás, conforme NBR 13523.

A opção da instalação em locais no exterior da edificação (por exemplo, uma varanda técnica) é bastante válida, pois a questão de renovação de ar é facilmente atendida, e o acesso às redes hidráulica e de gás pode ser providenciado com mais facilidade. No ambiente interno, uma das alternativas mais utilizadas e que mais se adequadas ao cumprimento dos requisitos é a área de serviço ou lavanderia.

Como fazer a instalação de aquecedor a gás?

Novamente referenciamos a NBR 13103 para que a instalação do aparelho seja feita com segurança. O principal elemento para isto é que a instalação de um aquecedor a gás somente pode ser feita por um profissional devidamente qualificado para tal. Este profissional tem o conhecimento das normas técnicas aplicáveis, possui as ferramentas e conhece os procedimentos necessários para a condução da instalação, de forma que o resultado garanta o desempenho com eficiência e de forma absolutamente segura.

Pronto! Agora que você já sabe como fazer instalação de aquecedor a gás e quais cuidados são importantes para esse procedimento, pode começar a pesquisar sobre qual é o melhor equipamento para sua residência e fazer essa importante aquisição.

Fonte: https://conteudos.rinnai.com.br/

Notícias relacionadas